IMAGEM

Receita Federal

SPC Brasil


Política Capixaba

» Notícias

Demanda das empresas por crédito aumenta 3,3% em novembro, aponta Serasa

Notícias (18/12/12)  

No acumulado do ano, entre janeiro e novembro, o indicador registrou variação negativa de 4,5%, em relação ao mesmo período de 2011


A demanda das empresas por crédito registrou uma alta de 3,3% em novembro deste ano, na comparação com o mês imediatamente anterior. De acordo com o Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito, divulgado nesta segunda-feira (17), na passagem anual, ou seja, entre novembro de 2011 e o mesmo mês deste ano, houve recuo de 9,9%.

Já no acumulado do ano, entre janeiro e novembro, o indicador registrou variação negativa de 4,5%, em relação ao mesmo período de 2011.

Para os economistas da Serasa Experian, a alta verificada em novembro significou uma recuperação parcial das quedas corridas nos dois meses anteriores (setembro e outubro).

Deste modo, segundo a Serasa, é necessario que resultados positivos tamb[em predominem ao longo dos pr[oximos meses, principalmente no inicio do ano – sendo que dezembro é um mês sazonalmente fraco em termos de demanda das empresas por crédito – para que se possa afirmar que, de fato, a busca das empresas por credito tenha entrado numa trajetória consistente de reativação.

Porte
As MPEs (micro e pequenas empresas) apresentaram o maior crescimento na demanda na procura por crédito em novembro deste ano, com alta de 3,5%, no comparado com outubro de 2012. Já nas grandes empresas houve aumento de 1,5%. Nas médias e grandes empresas, a alta foi de apenas 0,2%

Já no acumulado do ano as grandes empresas estão na liderança da busca por crédito, com alta de 14,8% entre janeiro e novembro de 2012 frente ao mesmo período de 2011. Nas médias empresas o avanço foi de 11,9%. Por sua vez, nas micro e pequenas empresas constatou-se recuo de 5,5%.

Regiões
Na análise regional, comparando a demanda com outubro, nota-se que todas as regiões tiveram resultados positivos em seu indicador em novembro. O Norte teve a maior alta (7,4%), o Sudeste (4,2%), a região Sul obteu 2,5%. O Nordeste, por sua vez, teve aumento de 1,4% e o Centro Oeste, de 1,1%.

Avaliando o período acumulado de janeiro a novembro, as cinco regiões registraram queda: Sudeste (-5,5%), Centro-Oeste (-4,2%), Sul (-3,8%), Nordeste (-3,2%) e Norte (-2,6%)

Análise setorial
Quanto à análise setorial, a indústria, o comércio e os serviços apresentaram elevação em suas demandas por crédito na comparação mensal. Segundo o levantamento, serviços teve alta de 5%, empresas industriais registraram elevação de 2,3% e o setor de comércio teve alta de 1,8%.

Na comparação anual, no desempenho acumulado entre janeiro e novembro, houve baixa de de 6% no comércio; indústria teve queda de 4,6% e empresas de serviços ficaram com a menor queda, de 2,8%.

Sobre a pesquisa
O estudo foi construído a partir de uma amostra de cerca de 1,2 milhão de CNPJs, consultados mensalmente na base de dados da Serasa Experian.

Esta quantidade de CNPJs consultados, especificamente nas transações que configuram alguma relação creditícia entre as empresas e instituições do sistema financeiro ou empresas não-financeiras, é transformada em número índice (média de 2008 = 100). O início é 2008. O indicador é segmentado por região geográfica, setor e porte.

Fonte: Info Money




ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
© 2015, CDL São Gabriel da Palha - Todos os direitos reservados

SISTEMA CNDL